quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A Sombra e a Escuridão: Os Leões de Tasvo

Mesmo não se tratando de um caso classificado como de criptozoologia, um incidente ocorrido no final do século XIX chama atenção até hoje, rendendo inclusive um filme chamado 'A Sombra e a Escuridão'. A curiosa história que inspirou o filme a um bom tempo me chamava atenção pelas peculiaridades do qual me levaram a pesquisar o tema diferenciando fatos de ficção. Em 1898 o engenheiro Coronel John Henry Patterson tomou a dianteira da construção de uma ponte para uma ferrovia estratégica sobre o rio Tsavo no Quénia, África Oriental utilizando-se de mão de obra local, no entanto, Patterson constatou uma série de ataques provocados por leões comedores de gente desde março do mesmo ano que perduraram por longos meses a seguir. Apesar de jamais ser explicado até hoje o porque da preferência alimentar destes leões - alguns relacionam a uma doença que teria dízimado centenas de animais que eram suas presas comuns em 1890 ou a práticas de enterrar seus mortos na areia rasa - mas que mesmo mediante tentativas dos próprios trabalhadores construir cercas e assustar os animais com fogo, os ataques prosseguiram. Patterson que era caçador amador tentou ele mesmo caçar os animais sem resultados e media que os ataques ocorriam o temor dos trabalhadores afastaram muitos que fugiram do campo por acreditar que estes leões seriam a encarnação de 'demônios', o que rendeu os apelidos que dão nome ao filme. Segundo a riqueza de provas da história Patterson notou que os dois animais curiosamente agem em grupo nos ataques, pratica novamente pouco comum sobre leões, e supostamente levaria os corpos para uma caverna do qual Patterson teria encontrado repleta de ossos, mesmo que contextado por arqueólogos por saberem de práticas comuns de sacríficios humanos feito por índios em cavernas.
Somente em 9 de dezembro do mesmo ano Patterson finalmente conseguiu abater um dos animais que media cerca de 3 metros e fora necessário 8 homens para carrega-lo, levando o segundo animal a ser morto no fim do ano mas depois de um saldo de 140 trabalhores mortos, para somente então em fevereiro de 1899 os trabalhado revoltarem e terminarem a ponte. Hoje os corpos dos leões se encontram empalhados no museu de Chicago (foto), o Chicago Field Museum e são alvo de uma disputa entre o Quénia que os quer de volta.
O curioso no entanto, é que os ataques cada vez mais tem se notado um crescimento nos ataques de leões na região que leva os pesquisadores a mergulharem no tema e tal tema se tornar alvo de controvérsias onde os leões de Tsavo que eram uma sub-éspecie sem juba - entre os problemas sugeridos - também teriam problemas nos dentes que por essa debilidade seria responsável por os levarem a procurar presas mais fáceis que seriam humanos dormindo. A própria revista 'Nature' relaciona diferenças nos dois casos onde os atuais poderia demonstrar como efeitos provocados pela destruíção do habitat, mediante ao aumento populacional desordenado das cidades e a caça indiscriminada do próprio e suas presas que seria não um fenômeno isolado mas com equivalentes de ursos e outras espécies em todo mundo, o que facilitaria encontros do qual são normalmente fatais graças a força dos leões onde somente uma patada seria capaz de quebrar ossos e destruir órgãos internos reduzindo a chance de sobrevivência a menos 40%. Os números se tornam alarmante onde somente na Tanzânia cerca de 900 ataques com 560 vítimas fatais foram registrados nos últimos 15 anos e na Étiopia tais ataques são relatados em sua maioria lavradores e crianças atacados durante o dia.


Capa do filme 'A Sombra e a Escuridão' de Stephen Hopkins
com Michael Douglas e Val Kimer no elenco.

14 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ESTA HISTÓRIA DESSES LEÕES É UM CASO BEM INTERESSANTE. A PREFERÊNCIA POR SER-HUMANOS E A FORMA COMO CAÇAVAM EM DUPLA, AS SUA VÍTIMAS, DEMONSTRAM UMA CERTA INTELIGÊNCIA PECULIAR AO HOMEM; QUANDO SE SABE TAMBÉM QUE A CAÇA GERALMENTE É FEITA PELA FÊMEA. O FATO DE NÃO TEREM JUBA LEVA A CRER SER UM MODIFICAÇÃO GENÉTICA DA ESPÉCIE
    (POSSIVELMENTE UM CASO SELEÇÃO NATURAL NA TEORIA DE DARVIM). PENA QUE NA ÉPOCA ELES FORAM MORTOS, POIS SE CAPTURADOS, PODERIAM SER ESTUDADOS

    ResponderExcluir
  3. ESSE FILME é BOM DEMAIS NAO CANSO DE REVER.
    vilma conçeição malheiros

    ResponderExcluir
  4. Engraçado, empalhados eles não parecem ser muito grandes não.Cybelle

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Leia o post antes de fazer pergunta nonsense.

      Excluir
  6. (NGATIA,MURUTHI)SIGNIFICA LEÔES NA LINGUA SUAÍLE(QUÊNIA) PODE SE TRATAR DE UMA SUB-ESPÉCIE DE LEÕES,OS DOIS LEÕES DE TASVO PODERIAM SER IRMÃOS TENDO A GENÉTICA MODIFICADA,PODENDO TER ADIQUIRIDO O MELHOR DO DOIS GÊNEROS FÊMEA E MACHO, COMO DA FÊMEA A AGILIDADE A PERCEPÇÃO A ASTÚCIA A LEOA TEM DENTES MENORES E A MORDIDA MAIS FORTE DEVIDO MAIOR AGILIDADE PARA ABOCANHAR;E DO MACHO O TAMANHO E A FORÇA,JÁ O MOTIVO DOS ATAQUES SERIAM POR TERRITORIO JA QUE NÃO AVIAM OUTROS LEÔES E MUITA POUCA CAÇA COM A INVASÃO DO HOMEN ELES RESOLVERAM DOIS PROBLEMAS DE UMA SO VEZ,O DE ALIMENTO E A SUPREMACIA COMO DONOS DO TERRENO,RESALTANDO TAMBÉM QUE POR NÃO TER OUTROS LEÕES ELES NÃO PRECISARIAM DE JUBAS PARA ATRAIR FÊMEAS,UMA VEZ QUE A JUBA MOSTRA-SE QUE QUANTO MAIOR E MAIS ESCURA MAIS FORTES OS FILHOTES DESTE MACHO SERÃO.

    ResponderExcluir
  7. CONCORDO, SEM DUVIDAS ALGUMA, COMO TIAGO. MAS É MUITO ESTRANHO POIS ATÉ HOJE NÃO TEVE OUTRO FATO IGUAL, SERIAM APENAS A FOME E O REQUERER SEU TERRITÓRIO? A FORMA QUE ELES AGIAM ERA MUITO ESTRANHA, DERAM O NOME PERFEITO AOS DOIS, SOMBRA E ESCURIDÃO.

    ResponderExcluir
  8. Basta olhar com os olhos edpirituaix para ver que isso era totalmente demônios.encarnados nessas feras,pode ver que a ciências nao consegue explicar os fatos tudo se propõe ou seja achamos que foi por isso mas nao termos certeza.veja bem a natureza nao erra faria ela dois leões diferentes na terra e só,sabemos que todo aquele território ali é dominado pelo espiritismo o satanismo impera nesses lugares isso explica com certeza.aquilo nao era leões!

    ResponderExcluir
  9. é muito estranho mesmo. no passado, Deus usou leões para devorar pessoas que não conheciam a religião do Deus do país onde aquelas pessoas estavam.(2 Reis 17: 26)

    ResponderExcluir
  10. Pro pessoal que ta achando que é uma certa modificação genética o fato dos leões não terem jubas, é o seguinte, naquela região há uma sub espécie de leões que não possuem jubas, recentemente foi comprovado que esse fato deriva da temperatura no local, a altitude e a umidade nesse local são baixas oque causa essa anomalia.. não se trata de uma mudança genética, eles possuem a capacidade de criar juba, porém, devido aos fatores climáticos do local elas deixam de crescer, pra quem quiser saber mais.. segue o link: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,AA1288001-5603,00.html

    Algumas curiosidades podem ser encontradas no site do museu onde estão as peles dos leões: http://archive.fieldmuseum.org/exhibits/exhibit_sites/tsavo/

    Como o fato do Patterson ter vendido a pele dos animais por uma quantia de 5 mil dólares, oque, na época, era uma quantia considerável, porém elas não estavam em boas condições, afinal, as peles haviam sido usadas como tapetes durante cerca de 50 anos.. =D

    Esses animais eram algo estranho realmente, cientistas afirmam que eles devem ter comido apenas 35 pessoas, apesar de terem matado cerca de 135.. assustador.

    Sobre a caverna dos animais seria legal saber mais e se alguém encontrar em algum lugar pra download o livro que ele escreveu, com a história, por favor postem =). Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algo que esqueci de falar.. um dos leões possuía os dentes atrofiados, oque pode ter explicado o fato de eles deixarem de lado as presas maiores e passado a caçar humanos (oque já aconteceu também com outros animais, como uma tigresa de bengala na índia que matou mais de 300 pessoas depois de perder parte de um canino), além disso também há o fato de uma doença ter dizimado a população de alguns animas da região como os búfalos, zebras, entre outros, que são presas típicas dos leões..

      E além disso foi constatado também que eles eram irmãos.

      Excluir